saude   / Rio de Janeiro

Rio de Janeiro acrescenta mais locais para a apresentação do passaporte de vacina

A medida com os novos locais no Rio de Janeiro está relacionada com a preocupação da disseminação da variante Ômicron

Viva Saúde Publicado quinta 2 dezembro, 2021

A medida com os novos locais no Rio de Janeiro está relacionada com a preocupação da disseminação da variante Ômicron
Rio de Janeiro exige passaporte de vacinação em diversos locais - Freepik/freepik

A lista de locais para a apresentação do passaporte de vacinação foi ampliada no Rio de Janeiro. O decreto foi lançado no Diário Oficial do município e já entra em vigor nesta quinta-feira, 02 de dezembro de 2021, para quem mora ou não na cidade

Os primeiros dias da fiscalização servirá como forma educativa, mas a partir da semana que vem poderão ser aplicadas multas para quem não cumprir com a medida estabelecida. De acordo com o decreto, certificados digitais de vacinação - disponíveis na plataforma do Sistema Único de Saúde (SUS) - ou impresso com o papel timbrado dado na hora da imunização são válidos para a comprovação.

+++ Novembro é o mês com o menor índice de óbitos durante a pandemia, no Brasil

+++ Países passam a tornar vacina obrigatória, como forma de frear crescimento de casos da Covid-19

LOCAIS QUE EXIGEM O PASSAPORTE DE VACINAÇÃO  

Nesta quarta-feira, 01, o Rio de Janeiro anunciou o primeiro caso suspeito da variante Ômicron, que está sendo investigado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Com a preocupação em torno da disseminação da nova linhagem do vírus, os estabelecimentos que entrarão para a lista de exigência do comprovante de vacinação são:

  • Salões de beleza estética;
  • Hotéis, pousadas e aluguel por temporada; 
  • Bares, restaurantes, lanchonetes, refeitórios e serviços de alimentação, tanto em áreas internas quanto cobertas; 
  • Boates, casas de espetáculos, festas e eventos em geral. 

Como o passaporte já é exigido na cidade desde setembro, mantém-se os lugares já antes estabelecidos, como:

  • Academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento e de condicionamento físico, clubes sociais e vilas olímpicas; 
  • Estádios e ginásios esportivos; 
  • Cinemas, teatros, salas de  concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil e pistas de patinação;
  • Locais de visitação turísticas, museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações e drive-in;
  • Conferências, convenções e feiras comerciais.  

PONTOS QUE SERÃO REVISADOS

A princípio, o decreto desta quinta incluiu shoppings, táxis e transportes por aplicativo, mas a prefeitura irá revisar esses pontos.

Último acesso: 29 Jan 2022 - 10:33:34 (3649).