saude   / Fátima Bernardes

Fátima Bernardes realiza primeira sessão de fisioterapia aquática, após cirurgia. ''Sextou! Cada um como pode''

Fátima Bernardes vem se recuperando de cirurgia no ombro, e já tem data para voltar ao Encontro

Viva Saúde Publicado sexta 19 novembro, 2021

Fátima Bernardes vem se recuperando de cirurgia no ombro, e já tem data para voltar ao Encontro
Fátima Bernardes faz primeira sessão de fisioterapia - Instagram/fatimabernardes

Fátima Bernardes vem compartilhando todo o seu processo de recuperação de uma cirurgia realizada no ombro, em outubro. Nesta sexta-feira, 19 de novembro de 2021, a apresentadora compartilhou a sua primeira sessão de fisioterapia aquática. 

No início do mês, Fátima retirou a tipoia que a vinha acompanhando desde o procedimento, e havia declarado para os seus seguidores que uma série de fisioterapia seria o próximo passo para estabilizar o movimento do braço. 

Dentro da piscina e seguindo todos os protocolos de segurança contra a Covid-19, a apresentadora de 59 anos fez sessão acompanhada de um profissional. Nos stories de seu Instagram, Fátima esbanjou disposição e bom-humor, e escreveu que depois iria mostrar como foi a sua terapia de hoje. “Sextou! Cada um como pode”, brincou em legenda.

Fátima Bernardes faz primeira sessão de fisioterapia
Instagram/fatimabernardes

+++ Dedé Santana é diagnosticado com pedra no rim, e precisará passar por cirurgia

+++ Bolsa de colostomia: Luciano Szafir quebra tabu e desfila com item - que salvou sua vida - à mostra 

Afastada do Encontro para se recuperar do rompimento do tendão de um músculo chamado supraespinhal, Fátima Bernardes já tem data para retornar ao programa, que será no dia 22 de novembro, na próxima segunda-feira. Patrícia Poeta e Manoel Soares estavam no comando durante o seu afastamento.

COMO FUNCIONA A FISIOTERAPIA AQUÁTICA FUNCIONAL

No vídeo do canal FuncioNow - Conhecimento em Reabilitação, a fisioterapeuta Sara Pereira da Silva fala que essa terapia foca em objetivos funcionais que o paciente realiza no seu cotidiano, “de acordo com a necessidade de cada paciente, utilizando a água e os seus princípios físicos como recurso terapêutico”.

Ainda, a médica fala sobre a transferência do processo de aprendizagem nas sessões para o ambiente fora da água. “Por isso é tão importante que o movimento realizado na água seja funcional, para que o paciente possa levar para a vida dele fora da piscina”.

Confira mais no vídeo abaixo:

Último acesso: 29 Jan 2022 - 09:26:44 (3578).