saude   / Opção além da cirurgia

Julho Verde: ''Principal avanço no tratamento do câncer nos últimos anos é a imunoterapia'', diz especialista

Campanha deste mês visa conscientizar as pessoas sobre o câncer de cabeça e pescoço

VIVA SAÚDE Publicado terça 13 julho, 2021

Campanha deste mês visa conscientizar as pessoas sobre o câncer de cabeça e pescoço
Imunoterapia reflete avanço da medicina nos tratamentos para o câncer - Freepik/ diana.grytsku

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil registra cerca de 41 mil novos casos de câncer de cabeça e pescoço a cada ano. Assim sendo, a campanha Julho Verde foi criada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço para conscientizar neste mês as pessoas sobre a doença, bem como cerca da prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação.

Quanto mais tarde o tumor for descoberto, maiores são as chances de sequelas no paciente e menores as de cura -- e cerca de 60% dos casos são diagnosticados em estágio avançado.

+++ Cannabis Medicinal pode ser usada para pacientes com doença mental ou até mesmo para tratamento de câncer

Dra. Luzia Abraão, cirurgiã de cabeça e pescoço do Hospital Icaraí, explica que o câncer nessas regiões são tumores malignos que se manifestam na cavidade oral, nariz, seios da face, faringe, laringe, glândulas salivares, tireoide, vasos, músculos, nervos e linfonodos do pescoço, correspondendo a 3% de todos os tipos de câncer. Ela esclarece que o tipo mais frequente é o de boca, que representa 40% dos casos. Na faringe, corresponde a 15% e, na laringe, a 25 %. E o restante, nos demais sítios. “O tipo histológico mais frequente é o carcinoma epidermoide (espinocelular/escamoso), presente em mais de 90% dos casos”, relata.

NEM TODOS OS CASOS SÃO CIRÚRGICOS

De acordo com a especialista, o principal avanço no tratamento do câncer nos últimos anos é a imunoterapia, com novos imunoterápicos sendo lançados recentemente, e destaca que nem todos os casos de câncer de cabeça e pescoço são cirúrgicos, e o modelo de tratamento é definido pelo estadiamento, localização e tipo histológico da doença.

“As principais opções terapêuticas para pacientes com câncer de cabeça e pescoço incluem cirurgia, radioterapia, quimioterapia e terapia-alvo. Em muitas situações, ocorre a combinação deles. Na maioria dos casos da doença é empregada a cirurgia acompanhada ou não de radioterapia. O tratamento segue diretrizes mundiais e nacionais oncológicas”, salienta.

+++ 6 alimentos ou bebidas que devem ter o consumo minimizado ao máximo durante (e após) a pandemia

Medidas de prevenção

Dentre as medidas de prevenção, a médica recomenda não fumar, não consumir bebida alcoólica, a vacinação contra HPV, a utilização de protetor solar e cuidados com a exposição solar, além da manutenção de uma alimentação saudável.

“O consumo de álcool e o tabagismo são grandes fatores de risco para o câncer de cabeça e pescoço. O hábito de beber e fumar pode multiplicar em até 20 vezes a possibilidade de uma pessoa saudável desenvolver a doença. Contudo, a infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV) tem contribuído com o aumento na incidência desse tipo de tumor nos últimos anos”, elucida.

“Além disso, pacientes com tumores malignos de parótida, língua e laringe são operados neste hospital e são curados de suas patologias”, conclui. 

Último acesso: 03 Dec 2021 - 20:39:47 (2854).