Testeira
  covid-19   / Testes de Covid-19

Insumos para teste de Covid-19 correm risco de desabastecimento no Brasil. Alerta foi feito pela Associação Médica de Medicina Diagnóstica

Em meio a alta procura por testes, a Associação Médica de Medicina Diagnóstica faz recomendações para o uso do exame

Viva Saúde Publicado quinta 13 janeiro, 2022

Em meio a alta procura por testes, a Associação Médica de Medicina Diagnóstica faz recomendações para o uso do exame
Abramed faz alerta sobre testes de Covid-19 - Freepik/freepik

O início do ano de 2022 começou com uma procura intensa por testes de Covid-19, em meio à alta transmissão da variante Ômicron e Influenza A. Pessoas que chegaram a diversos postos de testagens se depararam com filas enormes. De acordo com a Associação Médica de Medicina Diagnóstica (Abramed), só na última semana de dezembro de 2021, a demanda pelo exame teve um aumento de 30% em laboratórios particulares

Para se ter uma ideia, em apenas cinco horas, foram registrados 1.500 testes no Centro de Testagem que foi inaugurado em Manaus, nesta quarta-feira, 12, segundo a prefeitura. Diante desse cenário, a Abramed lançou uma nota em que alerta para o risco de desabastecimento de insumos para testes do novo coronavírus. De acordo com a associação, é preciso que este recurso comece a ser utilizado de maneira mais cautelosa, no momento

“A importância da testagem de toda a população para controle epidemiológico e manejo de pacientes em uma pandemia é reconhecida por todos os profissionais de saúde e até mesmo por pacientes. Todavia a Abramed alerta que, assim como em outras partes do mundo, a alta demanda de exames laboratoriais para o diagnóstico da Covid-19 trouxe ao setor de medicina diagnóstica brasileiro a preocupação com a falta de insumos necessários para a realização desses exames.”

Conforme um levantamento feito pela Abramed, os resultados positivos para a doença teve um aumento de 6% na semana do Natal para 15% na semana do Réveillon. Em story no seu Instagram, a atriz Yanna Lavigne, que está grávida de sua segunda filha com Bruno Gissoni, desabafou, nesta terça-feira, 11, sobre estar com sintomas gripais e não conseguir marcar teste no Rio de Janeiro.

Yanna Lavigne fala sobre dificuldade para marcar teste de Covid-19
Foto: Reprodução/Instagram

+++ Brasil tem maior média móvel de casos por Covid-19, desde agosto de 2021; Alta de infecções tem feito companhias aéreas cancelarem voo

+++ Flurona: entenda o que é a condição e se esse é um caso mais grave

RECOMENDAÇÕES DA ABRAMED PARA TESTES DE COVID-19 

Conforme a Abramed, em nota, outros países já relatam falta de insumos para testes e, com isso, situações como a relatada por Yanna podem se tornar cada vez mais comuns. Por conta deste momento, a associação recomenda que os testes sejam realizados em ordem de gravidade

  • Pacientes que tenham maior gravidade de sintomas;
  • Pacientes hospitalizados e cirúrgicos;
  • Pessoas no  grupo de risco;
  • Gestantes;
  • Trabalhadores assistenciais da área da saúde;
  • Colaboradores de serviços essenciais;
     

Último acesso: 29 Jan 2022 - 10:32:17 (3872).