saude   / Para se informar

Você sabia? Bromidrose, suor com odor excessivo, pode ser tratada com lipo e cirurgia

O problema é causado pelas glândulas sudoríparas apócrinas, que estão localizadas nas axilas, mamilos, regiões genitais, couro cabeludo e planta dos pés

VIVA SAÚDE Publicado sexta 12 fevereiro, 2021

O problema é causado pelas glândulas sudoríparas apócrinas, que estão localizadas nas axilas, mamilos, regiões genitais, couro cabeludo e planta dos pés
Você sabia? Bromidrose, suor com odor excessivo, pode ser tratada com lipo e cirurgia - Freepik

O odor nas axilas, pés (famoso chulé), na virilha e em outras regiões do corpo é normal. Mas quando esse mau cheiro se torna excessivo e começa a causar constrangimento, é sinal de que pode ser a bromidrose —uma condição na qual o suor vem acompanhado de um odor mais forte e desagradável!

O suor que causa o mau cheiro é produzido pelas glândulas sudoríparas apócrinas, que estão localizadas nas axilas, mamilos, regiões genitais, couro cabeludo e planta dos pés. Além de água e sais minerais, o suor vem acompanhado de restos celulares e outras substâncias que, ao entrar em contato com fungos e bactérias na pele, causam o odor fétido.

+++ VEJA TAMBÉM: Alimento aliado da mulher: Abóbora melhora a saúde feminina da fertilidade à menopausa
+++ VEJA TAMBÉM: Evitar comer o mesmo alimento mais de uma vez por dia ajuda a perder peso; Leia mais 

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico não é tão simples, pois depende da queixa e história do paciente, podendo ser considerado patológico quando começa a incomodar e atrapalhar a atividade social de uma pessoa, causando constrangimento.

COMO TRATAR

Em primeiro lugar, é importante entender que os tratamentos dependem de cada caso - por isso é importante consultar um médico para orientação - e, de cada região que a pessoa apresenta o odor excessivo, mas alguns cuidados e medidas podem ajudar a amenizar os sintomas da bromidrose:

  • Utilizar sabonete e desodorante antisséptico; 
  • Em alguns casos, o dermatologista pode indicar um desodorante feito em uma farmácia de manipulação para que se adeque melhor ao seu corpo; 
  • Depois de terminar o banho, secar bem a pele; 
  • Optar por roupas feitas de algodão que permitem que a pele respire melhor (o mesmo se aplica para sutiãs e meias); 
  • Lavar as roupas com desinfetantes que ajudam a eliminar os odores; 
  • Para a região dos pés, optar por calçados abertos

E ainda, se depois disso tudo, o cheiro persistir, é possível partir para os tratamentos cirúrgicos, que podem ser a lipoaspiração, a exérese (retirada/ressecção de pele) ou um combinado dos dois —a escolha do tratamento vai depender do nível da doença. O local também pode ser um impeditivo. Só é possível fazer os procedimentos nas axilas, virilhas e, de forma superficial, no órgão genital (a lipoaspiração, no caso). 

Último acesso: 03 Dec 2021 - 19:42:45 (1561).