Cannabis: Como está o processo para a sua liberação no Brasil?

O uso da planta para fins medicinais já é mais que comprovado em diversos estudos ao redor do mundo

VIVA SAÚDE Publicado quarta 28 outubro, 2020

O uso da planta para fins medicinais já é mais que comprovado em diversos estudos ao redor do mundo
Cannabis - Pixabay

Cannabis: A planta, apesar de ter vários atributos, ainda é um tabu em vários países, e isso inclui o Brasil.

Conhecida por outros nomes e apelidos, essa planta pode ser usada tanto para o fim recreativo quanto no medicinal (com tratamentos de eficácia comprovada), mas ainda é proibida no país.

+++LEIA MAIS: Dossiê Covid-19 na Europa: Veja como os principais países estão enfrentando a nova onda da doença

A ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, em 2014, aprovou várias regras que facilitam a importação de medicamentos que tem na sua base o cannabidiol, base que é usada para tratamentos, como convulsões, por exemplo.

Apesar disso, ainda é de difícil acesso e, principalmente, custoso, para que pessoas que precisam do remédio com essa base, terem acesso no país. Muitos, inclusive, entram na Justiça para terem o medicamento à custo do Sistema Único de Saúde.

Outro ponto que afasta, de certa forma, esses medicamentos dos pacientes é que o plantio e cultivo da planta, mesmo que para uso totalmente medicinal, é proibido, podendo sofrer retaliações e ser processado por porte e cultivo de drogas.

Há vários projetos de lei nas instâncias, como no Congresso, por exemplo, que visam flexibilizar o uso medicinal da Cannabis, mas as discussões são, muitas das vezes, levada como um fator de segurança pública ao invés como fator de saúde, uma vez que é comprovado a sua eficácia para diversas doenças.

Último acesso: 13 Jun 2021 - 15:21:46 (681).