saude   / Coronavírus

Presidente argentino recebe vacina Sputnik V contra Covid-19

O país sul-americano, de 44 milhões de habitantes, registrou mais de 1,8 milhão de infecções e 46.000 mortes desde março do ano passado

VIVA SAÚDE Publicado sexta 22 janeiro, 2021

O país sul-americano, de 44 milhões de habitantes, registrou mais de 1,8 milhão de infecções e 46.000 mortes desde março do ano passado
Presidente argentino recebe vacina Sputnik V contra Covid-19 - Pexels

O presidente argentino, Alberto Fernández, recebeu nessa quinta-feira, dia 21, a primeira dose da vacina Sputnik V contra a Covid-19, do laboratório russo Gamaleya, informou a presidência em nota.

“Hoje recebi a vacina Sputnik V. Agradeço ao Instituto Gamaleya pelo seu trabalho científico, a todos aqueles que trabalharam para que ela chegue até nós e a todo o pessoal de saúde de nosso país pelo enorme empenho”, postou Fernández em seu Twitter.

O presidente pediu que a população se vacinasse. “Serve para ser imune ao coronavírus. Vamos fazer isso”, publicou.

+++ VEJA TAMBÉM: Pessoas que tiveram Covid-19 podem ser reinfectadas, diz Fiocruz 
+++ VEJA TAMBÉM: Governo de SP recebe lote com o equivalente a 5,5 milhões de doses da vacina CoronaVac

O país sul-americano, de 44 milhões de habitantes, registrou mais de 1,8 milhão de infecções e 46.000 mortes por Covid-19 desde março.

E, a Argentina se tornou o primeiro país da América Latina a aprovar o uso do Sputnik V na quarta-feira, depois que a Administração Nacional de Medicamentos, Alimentos e Tecnologia Médica (ANMAT) informou que ela tem “uma margem de segurança aceitável” para ser aplicada.

Último acesso: 06 Mar 2021 - 13:41:20 (1383).