saude   / Coronavírus

Médico explica o que é ECMO, tratamento aplicado em Paulo Gustavo contra a covid-19

Dr. Roberto Debski esclareceu a função do ECMO e como ele atua no tratamento da covid-19

Sara Magalhães Publicado quarta 7 abril, 2021

Dr. Roberto Debski esclareceu a função do ECMO e como ele atua no tratamento da covid-19
Médico explicou como é feito o tratamento com um pulmão artificial - Conselho Regional de Biomedicina da 5ª Região/ Instagram

Um dos assuntos mais comentados nas últimas semanas foi a situação crítica de saúda que o ator e humorista Paulo Gustavo está enfrentando após o diagnóstico de covid-19. O artista foi internado com a infecção provocada pelo novo coronavírus no dia 13 de março e, segundo a assessoria do ator, ele segue na terapia intensiva em um hospital no Rio de Janeiro, mas vem passando por oscilações no quadro de saúde ao logo dos últimos dias.

Na tentativa de buscar alternativas que melhorem a situação do humorista, no domingo, 21 de março, médicos adotaram um tratamento, até então pouco conhecido pela população, chamado ECMO, ou Oxigenação Por Membrana Extracorporal traduzido da sigla em inglês. Segundo informou a equipe médica, o humorista apresentou melhora com o novo tratamento e segue na UTI. 

+ VEJA TAMBÉM: Dia Mundial da Saúde: em meio a pandemia, nutricionista dá dicas de micronutrientes para fortalecer o sistema imunológico

Em entrevista à Revista Viva Saúde, o médico clínico geral Roberto Debski explicou o que é, para que serve e como é realizado o tratamento com o ECMO.  De acordo com o Dr. Debski, no caso da covid-19, a terapia com o ECMO trabalha como um pulmão artificial e tem o objetivo de poupar o trabalho dos pulmões do paciente, quando ele está gravemente acometido, para que ele possa se recuperar. 

"A ECMO é uma terapia de oxigenação por uma membrana extracorpórea, é uma terapia que pode ser utilizada em pessoas de várias idades e funciona, no caso da covid-19, como um pulmão artificial. É um circuíto que o sangue passa por uma oxigenação externa através desta terapia e é bombeado de volta para o organismo. Porque o pulmão, no caso de um acometimento grave causado pela covid-19 pode estar muito comprometido dificultando a oxigenação. Então enquanto o tratamento acontece, com os medicamentos e terapias, o pulmão é como se entre aspas, repousasse porque sua função está sendo feita através deste equipamento", esclareceu. 

+ VEJA TAMBÉM: SP registra novo recorde de mortes diárias por covid-19, com 1.389 óbitos em 24h

O Dr. Debski também acrescentou que a ECMO não é um tratamento exclusivo para os pulmões e pode ser utilizado para outros problemas de saúde: "Além do pulmão, o ECMO também é utilizado pela circulação cardíaca". No entanto, um tratamento como este pode ter riscos, além de ter altos custos para o paciente: "É uma terapia que já existe há bastante tempo, mas tem os seus riscos. Não é todo mundo que pode fazê-la, tem um custo muito alto e pode não ser indicada para todos. Pode haver complicações em relação à coagulação do sangue". 

 

 

Último acesso: 16 May 2021 - 22:08:36 (1955).