saude   / Coronavírus

Covid-19: Vacina da Pfizer já fez acordo de venda para mais de trinta países

A expectativa é imunizar vinte e cinco milhões de pessoas até o fim do ano

VIVA SAÚDE Publicado quinta 19 novembro, 2020

A expectativa é imunizar vinte e cinco milhões de pessoas até o fim do ano
Covid-19: Vacina da Pfizer já fez acordo de venda para mais de 30 países - Freepik

Um dos desafios em relação à vacina da Pfizer será obter o produto – a empresa já fechou acordo com mais de trinta países, entre eles os Estados Unidos, que já compraram 100 milhões de doses antecipadamente. Outra questão logística diz respeito ao armazenamento e transporte da vacina, que requer temperaturas de menos 70 graus Celsius para se manter estável.

Ontem, dia 18, a Pfizer e BioNTech reforçaram que estão trabalhando para escalar a produção, na expectativa de chegar a cinquenta milhões de doses – suficientes para imunizar vinte e cinco milhões de pessoas – até o fim do ano, e a 1,3 bilhão de doses em 2021.

+++ VEJA TAMBÉM: Coronavírus X Salão de beleza: é seguro frequentar?
+++ VEJA TAMBÉM: Covid-19: vacina da Pfizer tem 90% de eficácia, afirma laboratório 

E, dessas primeiras cinquenta milhões de doses, metade deve ficar nos Estados Unidos já este ano, após o acordo feito pelo presidente Donald Trump, de US$ 1,95 bilhão. Americanos vão receber a vacina gratuitamente. Há possibilidade de compra de outras 500 milhões de doses ao longo do próximo ano. O Reino Unido negociou 30 milhões de doses. O Japão, 120 milhões. A União Europeia fechou acordo para comprar 300 milhões.

Também, na semana passada, a farmacêutica não revelou os preços que cobrará por cada dose, mas afirmou que a empresa está praticando três valores: um para EUA e Europa, outro para países em desenvolvimento como o Brasil e um terceiro para nações subdesenvolvidas.

Último acesso: 26 Jan 2021 - 21:09:06 (860).