Publicidade

Para os diabéticos: dicas para se alimentar fora de casa

Nutricionista explica que o principal cuidado que os diabéticos devem ter no momento da alimentação é em relação ao tamanho das porções de comida

Para os diabéticos: dicas para se alimentar fora de casa
Para os diabéticos: dicas para se alimentar fora de casa – Foto: Shutterstock

Uma das maiores dificuldades, tanto para diabéticos como para pessoas que buscam uma alimentação saudável, é justamente manter a atenção e a qualidade dos alimentos quando é necessário fazer as grandes refeições em restaurantes, o que acontece com grande parte das pessoas que trabalham.

Publicidade

Cuidados importantes para os diabéticos

O principal cuidado que o diabético deve ter é em relação ao tamanho das porções de comida, garante a nutricionista Bruna Pinheiro. “Muitas vezes elas [as porções em restaurantes] podem ser maiores ou ter mais carboidratos do que as preparações feitas em casa”, explica.

Segundo a profissional, “é importante evitar pratos fritos, empanados e molhos cremosos e à base de queijo, creme de leite, manteiga ou maionese. Sempre dar preferência a carnes magras grelhadas ou cozidas e legumes e alimentos cozidos no vapor”.

Diabéticos: o que comer?

Assim como qualquer pessoa, o diabético deve sempre selecionar um prato equilibrado e saudável. Para isso, a nutricionista Bruna Pinheiro aconselha a escolha de uma boa base de arroz, massas, pão, batatas ou macarrão, dando prioridade aos integrais; quantidades pequenas de proteínas (carnes, frango, peixe, ovos, feijão) e com uma variedade de legumes e saladas.

A nutricionista Pollyanna Ayub sugere optar por restaurantes naturais que ofereçam mais opções de alimentos cozidos ao invés de fritos.

Publicidade

Momento do lanche

Bruna Pinheiro ressalta que para os lanches é importante sempre optar por pães integrais, barrinha de cereal diet, leite desnatado e derivados de leite, como iogurte e queijos magros.

Sucos à base de soja zero açúcar podem ser uma boa opção. As frutas devem ser consumidas preferencialmente in natura e com a casca, por exemplo, a maçã, enriquecendo ainda mais o cardápio”, exemplifica. Além disso, é importante não exagerar na quantidade dos alimentos, ainda que eles sejam saudáveis.

Publicidade