bem-estar   / Interessante

Essência das pessoas permanece a mesma ao longo da vida, sugere estudo

O que fica estável é a "continuidade do self", ou seja, a capacidade de autoconsciência e de autorreconhecimento

VIVA SAÚDE Publicado sexta 4 dezembro, 2020

O que fica estável é a
Essência das pessoas permanece a mesma ao longo da vida, sugere estudo - Freepik

Somos a mesma pessoa ao longo da vida?

Um estudo psicobiológico publicado no periódico Psychophysiology sobre identidade pessoal e sua modificação ao longo do tempo mostrou que a essência da pessoas permanece amplamente estável ao longo dos anos.

Miguel Rubianes, autor do artigo e pesquisador da UCM (Universidad Complutense de Madrid), na Espanha, explicou que o objetivo do estudo era responder se as pessoas são as mesmas ao longo da vida. "Em conjunto com materiais anteriores da literatura, nossos resultados indicam que há um componente que permanece estável, enquanto outra parte é mais suscetível a mudanças ao longo do tempo”, disse Miguel.

O que fica estável é a "continuidade do self", ou seja, a capacidade de autoconsciência e de autorreconhecimento. Os fatores que passam por mudanças são aspectos físicos, processos fisiológicos e até mesmo atitudes, crenças e valores. Esses sim estão mais sujeitos a mudanças.

+++ VEJA TAMBÉM: A oneomania, doença do consumismo exagerado, atinge principalmente as mulheres

+++ VEJA TAMBÉM: Terapia alternativa! Veja de que maneira a hipnose atua como ferramenta de tratamento da compulsão alimentar

Mesmo componentes como traços de personalidade tendem a mudar um pouco ao longo dos anos, mas "o sentido de ser você mesmo é preservado, melhorando nossa compreensão da natureza humana", explicou Rubianes.

E, além de mostrar que nossa essência não passa por muitas mudanças ao longo da vida, o estudo também teve um grande achado. O artigo determinou quanto tempo leva para o cérebro reconhecer nossa própria identidade como diferente se comparada com outras: cerca de duzentos e cinquenta milissegundos.

IMPORTÂNCIA DO ESTUDO

Alterações na percepção de si mesmo podem estar implícitos a vários transtornos, como transtorno bipolar e personalidade narcisista, e até mesmo outras doenças mentais, como esquizofrenia e depressão.

Último acesso: 25 Jan 2021 - 20:37:52 (998).