saude   / Maconha x saúde

Estudo aponta que usuários de maconha precisam de mais sedativos do que outros pacientes

Quando são submetidos a algum procedimento médico, usuários de maconha precisam de sedação duas vezes maior do que outros pacientes, diz estudo norte-americano

Viva Saúde Publicado quinta 6 maio, 2021

Quando são submetidos a algum procedimento médico, usuários de maconha precisam de sedação duas vezes maior do que outros pacientes, diz estudo norte-americano
Estudo norte-americano aponta que usuários de maconha precisam de mais sedativos - Pexels

Um estudo realizado por pesquisadores no Colorado, nos Estados Unidos, apontou que pessoas que consomem maconha com frequência tendem a precisar de mais sedativos do que não usuários quando precisam se submeter a algum procedimento médico, como no caso de intubação, por exemplo. 

A pesquisa foi publicada em 2019 no The Journal of the American Osteopathic Association e mostrou que usuários de maconha precisavam de sedação duas vezes maior em comparação com outros pacientes. Os cientistas chegaram nesta constatação depois de avaliar 250 registros médicos de pessoas que se submeteram a endoscopias depois de 2012, quando o estado norte-americano aprovou a cannabis para uso recreativo. 

+ VEJA TAMBÉM: Opas alerta que pessoas mais jovens estão lotando UTIs de Covid nas Américas

Para alcançar um nível de sedação suficiente para realizar procedimentos médicos, pessoas que utilizavam maconha semanal ou diariamente precisavam de 4% a mais de fentanil, 20% a mais de midazolam e 220% a mais de propofol, no entanto, segundo médicos, a necessidade de maior quantidade de medicamentos pode ser perigoso para alguns pacientes devido os efeitos colaterais. 

"Alguns dos medicamentos sedativos têm efeitos secundários dependendo da dose, o que significa que quanto maior a dose, maior a probabilidade de problemas. Isso se torna particularmente perigoso quando a função respiratória suprimida é um efeito secundário conhecido", disse o pesquisador do estudo Mark Twardowski.

Segundo Twardowski, a pesquisa não conseguiu identificar o mecanismo que provoca a necessidade de mais sedativos em usuários de maconha. Sabe-se apenas que há uma associação entre o uso da cannabis e a resistência as quantidades normais de sedativos. 

 

Último acesso: 23 Sep 2021 - 11:52:23 (2285).