Por que eu me esforço, mas não emagreço? Médica explica como seus hormônios podem atrapalhar o emagrecimento

Alimentação e atividades físicas, muitas vezes, não são suficientes para uma vida mais saudável, os hormônios podem estar desregulados

Viva Saúde Publicado quinta 22 julho, 2021

Alimentação e atividades físicas, muitas vezes, não são suficientes para uma vida mais saudável, os hormônios podem estar desregulados
Médica explica por que você não está perdendo peso - Pexels/ Julia Larson

É fácil identificar em rodas de conversa o tema “ganho de peso” durante o isolamento social. Os números comprovam tal percepção. No Brasil, a média de peso adquirida foi de 6,5kg acima dos 6,1kg da média global. Aqui, também o índice de pessoas que engordaram é de 52% -- bem mais alto que a média geral de 31%, segundo pesquisas do Instituto Ipsos.

Independente da “sazonalidade”, o desejo por recuperar a forma física ou atingir um determinado peso é algo absolutamente corriqueiro e, muitas vezes, frustrante. Às vezes, somente mudar a alimentação ou incluir atividades físicas na rotina não é o suficiente, também há necessidade de ajuste hormonal.
A Dra. Katia Haranaka comprova isso em seus mais de 32 mil atendimentos clínicos.  

+++ Personal trainer apresenta 8 dicas de como aumentar o condicionamento físico

+++ Corrida de rua ou na esteira? Especialista explica vantagens e desvantagens de cada um

“Primeiro precisamos esclarecer que peso ideal em nada tem a ver com beleza padrão e estética. Estamos falando sobre saúde. Ter beleza é ter saúde”, esclarece a cirurgiã plástica com profundo conhecimento em pele e no ser humano e, que atualmente, está produzindo uma websérie sobre essa temática em seu canal no Youtube.

Apenas dosar o TSH não é suficiente”, orienta Dra. Katia, “para entender melhor o metabolismo também é primordial verificar as dosagens de T4, T3 livre e T3 reverso. Se esses hormônios estiverem em índices excelentes – sim é bem possível – certamente o corpo estará trabalhando na sua melhor performance para que os alimentos sejam absorvidos de modo correto e, assim, metabolizados de forma eficaz”, conclui a especialista. 


Dra. Katia Haranaka (CRM 76611/SP)

Possui formação médica e especialização em cirurgia plástica pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas no ano de 1.996. Responsável pelo "Katia Haranaka Centro Integrado de Dermatologia e Cirurgia Plástica que dispõe atualmente, de +32 mil pacientes registrados.

Pós graduada em Neuroendocrinologia médica com Dr. Lair Ribeiro em 2019, mas juntos, há 15 anos, comungam do mesmo ideal: "obter resultados através da mudança da alimentação".

Instragram: @katiahanaraka
Youtube: https://www.youtube.com/c/KatiaHaranaka
Site:  katiaharanaka.com.br


 

Último acesso: 19 Sep 2021 - 04:06:45 (2941).