Publicidade
Cubo mágico no Palmeiras: passatempo divertido ajuda na COGNIÇÃO dos jogadores; você sabia?
Cubo mágico no Palmeiras: passatempo divertido ajuda na COGNIÇÃO dos jogadores; você sabia? – Cesar Greco/Palmeiras/ Lance!

Nas últimas semanas, um hábito curioso nos vestiários do Palmeiras chamou a atenção da internet: o uso do cubo mágico. O hobby, aparentemente apenas uma diversão entre os jogadores, pode trazer inúmeros benefícios para o cérebro dos esportistas não só em campo.

Publicidade

De acordo com o neurocientista Dr. Fabiano de Abreu Agrela – cujo trabalho no staff do jogador Emerson Royal foi destaque no jornal “The Times” na Inglaterra – em entrevista ao LANCE!, o cubo mágico não é uma simples brincadeira, ele estimula a lógica, o foco, tomada de decisões e criatividade, habilidades cruciais para o futebol.

“O cubo mágico serve como exercício mental, exige uma neuroplasticidade que envolve a lógica […] quanto mais desenvolvem-se elementos relacionados à inteligência, melhor a criatividade, foco atencional, tomada de decisão e o controle emocional para um melhor futebol”, explicou.

PALMEIRAS: CUBO MÁGICO E RACIOCÍNIO LÓGICO

O cubo mágico virou febre na década de 1980 e logo ganhou fama por exigir um ótimo raciocínio mental para resolvê-lo. Uma curiosidade interessante é que seu próprio criador, Erno Rubik, levou um mês para montá-lo pela primeira vez.

Publicidade

Esse exercício mental é muito benéfico para o cérebro e as habilidades que ele desenvolve, são essenciais em campo.

“Ao falarmos de neurociência no ambiente esportivo, temos que falar sobre questões mentais relacionadas à psicologia. Ou seja, um trabalho psicológico com estratégias neurocientíficas”, pontuou Fabiano.

O sucesso do cubo mágico no Palmeiras foi tão grande que o clube anunciou recentemente o lançamento de um cubo personalizado para estimular os torcedores a também aderirem ao passatempo.

Publicidade