saude   / Nanda Costa

Nanda Costa declara ter sofrido com pré-eclâmpsia na gestação: ''Nasci mãe no susto''; Confira o que é a doença e seus riscos na gravidez

Nanda Costa relatou como a sua pressão aumentou nesse período, um dos sinais característicos da doença

Jennifer de Carvalho com supervisão de Marina Pastorelli Publicado segunda 22 novembro, 2021

Nanda Costa relatou como a sua pressão aumentou nesse período, um dos sinais característicos da doença
Nanda Costa sofreu de pré-eclâmpsia na gravidez - Instagram/nandacosta

Nanda Costa e Lan Lanh comemoram neste sábado, 20 de novembro de 2021, um mês do nascimento das gêmeas Kim e Tiê. Em um depoimento emocionante em seu perfil no Instagram, a atriz Nanda Costa relatou as dificuldades que passou na gestação após ter sido diagnosticada com pré-eclâmpsia com 35 semanas e 3 dias. Conforme a ginecologista e obstetra Dra. Fernanda Pepicelli, essa é uma complicação grave que ocorre na gravidez, e uma das principais características é o aumento dos níveis da pressão.

No relato de Nanda Costa, a atriz disse que até esse momento teve um período tranquilo. “Mas, de repente, minha pressão subiu, meus rins começaram a parar”. A ginecologista explica que essa condição pode levar a quadros perigosos, tanto para a mãe quanto para o bebê. Podemos ter um caso mais grave chamado eclâmpsia, que há episódios de convulsão que pode ser até fatal. Podemos ter aumento do sangramento materno, agravamento e complicações nos rins e fígado, e presença de água no pulmão”

As taxas de pressão elevadas podem, até mesmo, causar o descolamento da placenta, “o que para a circulação de sangue para o bebê, ainda dentro da barriga”. O estado de saúde descrito pela atriz levou à antecipação do parto das gêmeas. “Todo este quadro ainda pode levar a prematuridade, seja por circulação insuficiente de sangue para o bebê, seja por complicações maternas graves que levam a decisão de tirar o bebê antes do tempo, para melhor atender a mãe”, explica a Dra. Fernanda Pepicelli.

+++ Nanda Costa e Lan Lanh encantam a internet com momentos de amamentação das filhas gêmeas; saiba como alimentar dois bebês ao mesmo tempo

+++ Ninfoplastia: cirurgia íntima que esposa de Zé Felipe, Virgínia Fonseca, planeja realizar vai desde questões estéticas até de desconfortos

Nanda Costa disse que precisou ser internada para se recuperar e controlar a pressão. “Um dia após receber alta, precisei reeinternar. Desta vez, na UTI. Minha pressão chegou a 180x90, imagina isso para uma pessoa que sempre teve a pressão 90x60”.

Em relação ao número de casos como esse, durante a gestação, a obstetra estima a incidência entre 3 a 5%, “mas os eventos graves são mais raros”.

SINTOMAS DA PRÉ-ECLÂMPSIA

Além do aumento da pressão, a Dra. Fernanda Pepicelli lista outros sintomas da condição:

  • Inchaço, principalmente quando é repentino;
  • Dor de cabeça; 
  • Náusea e dor no alto da barriga, na região do estômago;
  • Visão com pontinhos, “borboletas”.

“Estes sintomas, muitas vezes, são difíceis de diferenciar de sintomas próprios da gravidez, por isso o acompanhamento de pré-natal é fundamental”, alerta a médica. 

POSSÍVEIS CAUSAS DA PRÉ-ECLÂMPSIA

A pré-eclâmpsia é mais recorrente no terceiro trimestre da gestação, segundo a ginecologista, e as possíveis causas são diversas: “Fatores como idade, história anterior de pré-eclâmpsia, primeira gestação, diabetes, pressão alta fora de gestação, obesidade e/ou ganho importante de peso na gestação e gestação múltipla são alguns fatores que podem aumentar o risco do aparecimento da doença”.  

Após a recuperação desse período e esbanjando a fofura de suas filhas Kim e Tiê, junto com a percussionista Lan Lanh, Nanda Costa declarou: “Nasci mãe no susto, e ‘padecer no paraíso’ nunca fez tanto sentido”.

Último acesso: 29 Jan 2022 - 10:11:57 (3582).