saude   / Carnaval

Daniela Mercury anuncia que não irá participar do carnaval no próximo ano; Comitê Científico do Nordeste recomenda o cancelamento do evento

A cantora Daniela Mercury comentou como incentiva o público a se proteger e o Comitê Científico do Nordeste orientou diversas medidas de combate ao coronavírus

Viva Saúde Publicado sábado 4 dezembro, 2021

A cantora Daniela Mercury comentou como incentiva o público a se proteger e o Comitê Científico do Nordeste orientou diversas medidas de combate ao coronavírus
Orientação de cancelamento do carnaval - Instagram/danielamercury e Pexels/Luis Fernandes

Uma das regiões que atrai muitos turistas no carnaval, tanto do Brasil quanto de fora, é o Nordeste. E justamente por conta de aglomerações que podem provocar uma nova onda de coronavírus no país, ainda mais com a nova variante Ômicron, essa época do ano tem sido o motivo de muita preocupação. Por isso, o Comitê Científico do Consórcio Nordeste recomendou nesta sexta-feira, 03 de dezembro de 2021, o cancelamento do carnaval e, também, do Réveillon.

Dentro desse cenário de muitas incertezas da pandemia, uma das artistas que tem a presença registrada nos blocos, Daniela Mercury, já se pronunciou sobre o evento, nesta sexta-feira,  informando que não irá participar do carnaval de rua de 2022. “Sinto muito em anunciar isso, mas avaliamos bem a situação e chegamos à conclusão que o cenário é muito incerto”

O boletim do Comitê Científico do Consórcio Nordeste fala sobre a existência de um futuro incerto, devido ao atual quadro epidemiológico do mundo. E além da orientação em proibir as festas, também ressalta medidas como, intensificação e ampliação da vacinação, manutenção do uso obrigatório de máscaras e exigência do passaporte de imunização.

+++ Carnaval: coordenador do Comitê Científico de São Paulo diz ser precoce pensar em aglomerações no festejo

+++ Cientista-chefe da OMS diz que Ômicron é muito transmissível. ''Precisamos estar preparados e cautelosos'' 

Seja com riscos pandêmicos baixos ou altos em cada estado, o comitê mantém a mesma recomendação para toda a região. “Existe uma questão de ordem científica que tem sido repetidamente colocada por especialistas e temida pelos responsáveis pelos programas de vacinação: a maior probabilidade do surgimento de variantes virais nestas áreas com mais baixas taxas de vacinação. E o mais importante é que estas novas variantes podem, não somente ser mais transmissíveis e mais patogênicas, como também evadirem da imunidade produzida pelas vacinas”.

A cantora Daniela Mercury também comunicou como incentiva o seu público a se proteger. “Continuo estimulando meus fãs e todos os brasileiros a usarem máscara. O momento ainda não é de plena tranquilidade, mesmo com as vacinas salvando milhares de vidas”.

BOLETIM DO COMITÊ CIENTÍFICO: RISCOS PANDÊMICOS EM CADA ESTADO

Os estados com risco pandêmico e/ou epidêmico alto, conforme o boletim do comitê, são: Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

Já os estados com risco pandêmico baixo e/ou moderado são: Alagoas, Maranhão e Sergipe.

Último acesso: 29 Jan 2022 - 11:02:56 (3661).