saude   / Corrimento vaginal

Corrimento vaginal! Saiba como identificar quando esse processo natural se desenvolve em uma patologia

Em sua forma mais comum e normal, geralmente essas secreções presentes nas calcinhas de muitas mulheres são transparentes e com a consistência de uma clara de ovo

Jennifer de Carvalho com supervisão de Marina Pastorelli Publicado segunda 11 outubro, 2021

Em sua forma mais comum e normal, geralmente essas secreções presentes nas calcinhas de muitas mulheres são transparentes e com a consistência de uma clara de ovo
O que é o corrimento vaginal e quando ele é patológico - Pexels/Cliff Booth

Algo muito comum na vida das mulheres são as secreções, geralmente transparentes e com uma consistência parecida com a clara do ovo, chamadas de corrimento. Isso pode fazer com que muitas vezes a calcinha não fique limpinha no decorrer do dia, mas é um processo natural. “Esta secreção pode variar em consistência e quantidade a depender da época da vida e do período do mês em que a mulher se encontra”, afirma a ginecologista Dra. Fernanda Pepicelli

De acordo com dados publicados no Indian Journal of Sexually Transmitted Diseases and Aids, o corrimento é o segundo motivo mais comum de consultas ginecológicas. Ainda, no decorrer do ano, 10% das mulheres irão apresentar um episódio de corrimento vaginal. Mas isso nem sempre indica uma doença, segundo a ginecologista. 

E o que é esse corrimento? A Dra. Fernanda Pepicelli explica que “é uma mistura de células, fluidos produzidos pelos órgãos genitais e micro-organismos que compõem a flora vaginal, entre eles lactobacillus e bactérias”. O alerta de um corrimento patológico vale para quando há a presença de sintomas como alteração na cor - branco, amarelo, verde ou rosado, como mostra vídeo no canal Tua Saúde - coceira, cheiro forte e muito incômodo e dor. Nesses casos, é importante procurar um médico para fazer um diagnóstico mais preciso e indicar o tratamento correto. Para a avaliação, a ginecologista explica que pode ser preciso “uma coleta de cultura vaginal, principalmente em corrimentos de difícil tratamento ou que voltam com frequência”

+++ Sentir muita dor por conta de cólica e desconforto pélvico durante a menstruação não é normal e quadro pode indicar doença

+++ ''Naqueles dias''! Entenda como ficar atenta para saber se o seu fluxo está normal

Ela também explica que não necessariamente o problema com corrimento está relacionado com alguma doença sexualmente transmissível. “ Inclusive, na maioria das vezes, não há necessidade de tratar o parceiro”.

CAUSAS

Alguns fatores podem desenvolver o corrimento patológico, como lista a Dra. Fernanda Pepicelli: 

  • Stress;
  • Dieta rica em açúcar e carboidrato;
  • Uso de antibióticos; 
  • Uso corriqueiro de protetores diários e roupas íntimas sem ventilação adequada.

Último acesso: 03 Dec 2021 - 19:57:31 (3405).