saude   / Covid-19

Uni. de Oxford vai pagar até R$ 3,2 mil para voluntários de teste de vacina spray nasal contra a Covid-19

Universidade de Oxford recompensará voluntários de nova vacina que será testada; imunizante é o primeiro via spray nasal

Viva Saúde Publicado quarta 7 julho, 2021

Universidade de Oxford recompensará voluntários de nova vacina que será testada; imunizante é o primeiro via spray nasal
Universidade de Oxford vai testa spray nasal contra a Covid-19 - Pixabay/ Michal Jarmoluk

A Universidade de Oxford está desenvolvendo uma nova vacina contra a Covid-19 com a aplicação diferente das vacinas convencionais aplicadas na população e pretende recompensar os voluntários que participarem dos testes com o imunizante. 

O novo imunizante não é intravenoso e sua aplicação será via spray nasal. Segundo consta no anúncio do recrutamento de voluntários, a vacina 'melhora a proteção contra infecção e transmissão e tem a vantagem de não exigir agulha'. 

+++ Ministério da Saúde iniciou distribuição de mais de 8 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19; confira quantas chegarão ao seu estado

"Ao participar, você dará uma importante contribuição ao conhecimento que poderá auxiliar no desenvolvimento de uma nova via de administração para a vacina da Covid-19. Esta via pode permitir uma administração mais fácil da vacina, sem agulhas, e ser mais eficaz no bloqueio da disseminação da Covid-19. Esse conhecimento melhoraria a situação econômica e de saúde de milhões de pessoas", destacou a universidade. 

A universidade irá selecionar 54 voluntários para participarem dos testes e receber até 445 libras, cerca de R$ 3,2 mil, de acordo com a cotação atual. No entanto, estes voluntários devem cumprir alguns pré-requisitos para entrar na lista. 

+++ O que você precisa saber sobre vacinas para não cair em notícias falsas

- Ter entre 18 e 55 anos;

- Não ter tomado nenhuma vacina contra a Covid-19;

- Não ter se vacinado com vacinas de vetor viral, como a da ebola, por exemplo;

- Morar a menos de 1 hora da Universidade de Oxford, no Reino Unido. 

Caso seja aprovada, a nova vacina será a primeira de aplicação via spray nasal. Os voluntários que participarem dos testes terão que se submeter a exames de sangue. 

Último acesso: 03 Dec 2021 - 20:08:55 (2813).