saude   / Procedimentos estéticos

Rinoplastia x rinomodelação: quais as principais diferenças?

Apesar de ambos melhorarem a aparência do nariz, eles possuem diferenças entre si; o especialista Danilo Bravo explica as características de cada procedimento

Viva Saúde Publicado quarta 26 maio, 2021

Apesar de ambos melhorarem a aparência do nariz, eles possuem diferenças entre si; o especialista Danilo Bravo explica as características de cada procedimento
Rinoplastia e rinomodelação estão em alta neste período de pandemia, mas você sabe a diferença entre estes procedimentos? - Freepik

O nariz é uma das estruturas mais importantes em relação à harmonia do rosto. Portanto, é de se imaginar que as pessoas que se sentem incomodadas com a aparência do nariz podem ter a autoestima prejudicada. Em muitos casos, inclusive, elas procuram por procedimentos que melhorem a estética da face e eliminem, de vez, esse problema.

No entanto, é comum surgirem dúvidas sobre qual o procedimento mais adequado para alterar a aparência do nariz: a rinoplastia ou a rinomodelação? Para o especialista Danilo Bravo, não existe uma única resposta.

+ VEJA TAMBÉM: Estimativas apontam que mais de 70% dos casos de câncer de bexiga têm ligação com o fumo

Embora ambos os procedimentos tenham o objetivo de corrigir imperfeições do nariz, cada um apresenta técnicas específicas e são indicados para casos diferentes. “Enquanto a rinoplastia é um tratamento cirúrgico, a rinomodelação não é. Essa é a grande diferença entre os dois”, afirma. “Na rinomodelação, é utilizado o ácido hialurônico, um preenchedor que é absorvido pelo próprio organismo. Sua duração também é diferente, em torno de 12 meses. A rinomodelação, por sua vez, é definitiva", disse.

Ele continua listando o que diferencia um procedimento do outro. “A rinomodelação é uma ótima opção para mudanças mais sutis, como otimizar a definição da ponta e o ossinho proeminente, chamado de giba nasal, além de melhorar assimetrias e desníveis”, descreve. O profissional ressalta que o procedimento, por não ser cirúrgico, é minimamente invasivo. Dessa maneira, seu pós-procedimento é mais simples. “Indico a rinomodelação quando o paciente necessita de pequenas mudanças e tem receio do resultado da rinoplastia ou medo de cirurgias.”

Por outro lado, a rinoplastia é a melhor escolha para quem deseja modificações mais complexas e definitivas, que mexem na estrutura óssea do nariz. “A cirurgia melhora a proporção do nariz de acordo com a pretensão estética do paciente, além de corrigir possíveis anomalias estruturais, que podem causar até mesmo dificuldades respiratórias”, acrescenta.

De acordo com Danilo, não é necessário fazer os dois procedimentos. “Inclusive, não é recomendado realizar rinomodelação se você já fez rinoplastia. Porém, quem fez rinomodelação pode apostar na rinoplastia após um tempo, de acordo com as suas necessidades”, pontua.

Ele aponta a importância de fazer a rinomodelação e a rinoplastia com profissionais altamente capacitados. “É preciso ter muita cautela na hora de escolher o cirurgião. Esses procedimentos apresentam alguns riscos se não forem realizados com um profissional que não tenha um conhecimento elevado de anatomia, por exemplo”, alerta. “Entender quando optar por uma ou outra técnica faz toda a diferença para um bom resultado. E o melhor: para a aparência que o paciente quer ver no espelho”, finaliza.

Último acesso: 26 Oct 2021 - 03:26:08 (2467).