Estudo com corticoide inalado aponta redução no tempo de hospitalização devido à Covid, segundo Oxford

Pessoas que receberam a budesonida apresentaram uma diminuição mais rápida da febre e dos sintomas do vírus

VIVA SAÚDE Publicado quarta 10 fevereiro, 2021

Pessoas que receberam a budesonida apresentaram uma diminuição mais rápida da febre e dos sintomas do vírus
Estudo com corticoide inalado aponta redução no tempo de hospitalização devido à Covid, aponta Oxford - Freepik

Um estudo de fase 2 indicou que a budesonida inalada, um corticoide utilizado no tratamento da asma, pode reduzir a chance de hospitalização devido à infecção pelo coronavírus. A pesquisa foi assinada por pesquisadores da Universidade de Oxford, com apoio da AstraZeneca – uma parceria que se repete após o desenvolvimento da vacina contra a Covid-19.

A pesquisa foi publicada na segunda-feira, dia 8, na plataforma Medrxiv, e é um "pré-print": ainda não foi aceita por revistas científicas e revisada por outros pesquisadores. Também, o ensaio ainda está na fase 2, ou seja, a amostra de pacientes será ampliada na próxima etapa, a fase 3.

+++ VEJA TAMBÉM: Venda de remédios sem eficácia comprovada contra a Covid dispara no Brasil
+++ VEJA TAMBÉM: Segundo especialista da OMS é necessário dar atenção à "Covid longa"

E, o estudo clínico foi randomizado: as pessoas testadas foram divididas aleatoriamente em um grupo que recebe o tratamento com o corticoide, e em outro grupo que não recebe.

RESULTADOS

Os resultados do estudo são promissores. Os pacientes que inalaram o corticoide tiveram uma chance 90% menor de precisar de atendimento emergencial ou hospitalização durante o período do estudo, vinte e oito dias.

Além disso, as pessoas que receberam a budesonida apresentaram uma diminuição mais rápida da febre e dos sintomas, em comparação com o outro grupo.

Uma das autoras, a pesquisadora Mona Bafadhel, disse para a plataforma que "são avanços importantes em pacientes com Covid-19 hospitalizados" e chama a atenção também para o fato de que as vacinas irão demorar a chegar a todos os países e populações.

Último acesso: 03 Dec 2021 - 19:40:49 (1533).