Grávida e ativa! Personal trainer indica quais os exercícios físicos ideais para gestantes

A profissional trainer Sol Meneghini afirma que o treino durante a gravidez é benéfico para a saúde da mãe e do bebê

Viva Saúde Publicado quinta 20 maio, 2021

A profissional trainer Sol Meneghini afirma que o treino durante a gravidez é benéfico para a saúde da mãe e do bebê
Gravidez e saúde: confira exercícios físicos indicados para gestantes - Foto de Gustavo Fring no Pexels

Você sabia que a prática de exercícios físicos é indicada para as gestantes? Segundo a personal trainer Sol Meneghini, o treino faz bem tanto para a saúde da futura mamãe quanto para o desenvolvimento do feto.

“Estudos mostram que o aumento da circulação de sangue na placenta causada pelos exercícios físicos melhora a oxigenação do bebê no útero, favorecendo o desenvolvimento cerebral”, explica a profissional.

Os exercícios ajudam a gestante a relaxar, melhoram a postura, diminuem a dor lombar e  os benefícios não param por aí. “O treino fortalece a musculatura do corpo da mulher e, no caso das grávidas, ainda combate o risco de desenvolver diabetes gestacional”, acrescenta.

+ VEJA: ''Como identificar que minha fome é emocional?''; Psicóloga responde e mostra como este problema tem afetado as pessoas na pandemia

A profissional diz que o ideal é que a grávida, em uma gestação sem nenhum tipo de complicação, se exercite no mínimo por 30 minutos, de três a cinco vezes por semana. Ela lista os tipos de exercícios mais indicados.

“As melhores atividades físicas para a gravidez incluem caminhada, hidroginástica, natação, yoga, bicicleta ergométrica e exercícios de alongamento. Essas modalidades atuam no controle do ganho de peso, não prejudicam os joelhos e trabalham o sistema cardiovascular. Alguns exercícios de musculação também são bem-vindos, como o agachamento sem carga, agachamento com bola e elevação pélvica.”, afirma Meneghini.

Segundo a personal trainer, as puérperas – isto é, as mamães de recém-nascidos – também podem treinar, mas com exercícios ainda mais leves.

“Após um parto normal, a mãe pode retomar as atividades físicas em aproximadamente 15 dias. Já depois da cesárea, a retomada deve ser feita passados 30 dias, período suficiente para que a parede abdominal crie resistência no local da incisão. Musculação leve, yoga, pilates e hidroginástica são bastante apropriados para esse momento”, orienta.

+ VEJA: Dá para ser feliz com a mesma pessoa por anos? Psicóloga lista dicas para manter uma relação saudável a longo prazo

Algumas gestantes devem ter cautela ao realizar atividade física, principalmente durante uma gestação de risco.

“As grávidas com hipertensão precisam levar em consideração sua situação antes do treino. Outras contraindicações são as que possuem doença cardíaca com alterações hemodinâmicas significativas, doença pulmonar restritiva, placenta prévia depois de 26 semanas de gestação, ruptura de membranas, sangramento uterino, pressão alta e mulheres multíparas – aquelas nas quais o bebê apresenta risco de prematuridade.”, explica Sol.
 
Para começar a praticar qualquer exercício físico sendo gestante, Sol ressalta a importância do acompanhamento médico. “Os exercícios físicos são recomendados para aliviar desconfortos causados pelas mudanças no organismo, mas a prática deve vir acompanhada de cuidados para não atrapalhar a mãe nem a gestação”, aponta. A especialista destaca outros hábitos necessários para otimizar o treino e a experiência da gravidez como um todo.
 
“Além da liberação médica, em especial do obstetra, o auxílio de um profissional de Educação Física é super importante. Ainda é essencial organizar a rotina e garantir a continuidade do treino, evitar consumo de bebidas alcoólicas e cigarros e fazer direitinho o acompanhamento pré Natal”, conclui.

Último acesso: 13 Jun 2021 - 13:33:35 (2426).